ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Lucro líquido da Copersucar cai 42,5% em 2017/18, para R$ 147,66 milhões

Gustavo Porto

Ribeirão Preto

16/06/2018 12h31

A Copersucar S.A., companhia mantida por usinas e grupos sucroenergéticos e coligada ou controladora de 14 empresas de comercialização, logística e pesquisa no setor de açúcar e etanol, relatou lucro líquido consolidado de R$ 147,66 milhões em 2017/2018. O valor representa queda de 42,5% sobre o resultado positivo de R$ 256,96 milhões em 2016/2017, de acordo com balanço do resultado da safra encerrada em 31 de março de 2018 publicado hoje (16) no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

A receita bruta da companhia variou de R$ 29,826 bilhões para R$ 29,440 bilhões entre os períodos, leve queda de 1,29%. O faturamento líquido com a comercialização de açúcar, etanol e outros serviços da empresa variou de R$ 29,209 bilhões para R$ 29,431 bilhões, leve alta de 0,76%. O custo das vendas saiu de R$ 28,048 bilhões para R$ 27,787 bilhões. Nas linhas de receita do balanço, o destaque é o item "instrumentos financeiros derivativos não realizados", com a variação de R$ 634,895 milhões em ganhos, em 2016/2017, para um resultado negativo de R$ 53,013 milhões, em 2017/2018.

A Copersucar S.A. informou queda nas receitas financeiras consolidadas em 2017/2018 ante 2016/2017, de R$ 1,017 bilhão para R$ 634,2 milhões. No entanto, as despesas financeiras também recuaram entre os períodos, de R$ 1,301 bilhão para R$ 833,1 milhões.

Entre os destaques no período 2017/2018, a Copersucar S.A. cita a joint venture com a BP Biocombustíveis, operação anunciada em 30 de novembro do ano passado, autorizada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em 3 de janeiro e concluída em 23 de março deste ano. A "nova parceria está em linha com as estratégias da companhia, de buscar o crescimento e os ganhos estruturais em logística. A nova joint venture otimizará a logística do etanol, com ganhos de competitividade e flexibilidade no atendimento ao mercado", informou. Cada empresa tem 50% de participação no terminal, a ser operado de forma independente.

Na próxima segunda-feira (18), a Copersucar vai detalhar os resultados e deve informar dados operacionais as usinas associadas na safra 2017/2018 e da comercialização de açúcar e etanol das empresas controladas no período.

Mais Economia