PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Indicador da FGV sinaliza baixa probabilidade de aumento da atividade

Maria Regina Silva

São Paulo

16/10/2018 13h06

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil teve queda de 1,6% em setembro, alcançando 113,8 pontos, informam o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e The Conference Board (TCB).

Já o Indicador Coincidente Composto da Economia (ICCE), que mensura as condições atuais da economia, cedeu 1,4% no nono mês do ano, invertendo a dinâmica de alta após três aumentos consecutivos.

Conforme o economista Paulo Picchetti, do Ibre/FGV, a oscilação negativa do ICCE em setembro dá continuidade à tendência de volatilidade em torno da estagnação que vem caracterizando os últimos meses. "Em um contexto onde o cenário político ainda contamina as expectativas econômicas, a queda acumulada em seis meses do Iace acentuou-se, sinalizando uma baixa probabilidade de aumento no ritmo da atividade econômica nos próximos meses", diz.