ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Marun comemora evolução do Brasil em ranking global sobre ambiente de negócios

Julia Lindner

Brasília

31/10/2018 16h35

Em nota, o ministro de Secretaria de Governo, Carlos Marun, comemorou que o Brasil subiu 16 posições no ranking global do Banco Mundial que mede a facilidade de se fazer negócios no mundo, o Doing Business 2019. Com um maior número de reformas realizadas entre os países da América Latina, o País conseguiu subir da 125ª posição para a 109ª colocação.

"É por coisas como esta que eu afirmo sem medo de errar que o Presidente (Michel) Temer é o melhor da história por hora de mandato", celebrou o ministro.

Marun destacou que, no quesito ambiente para negócios, "continuamos atrás, mas subimos 16 lugares e fomos os que mais avançamos entre os países americanos".

"Somos um governo de dois anos que ainda tem dois meses para trabalhar. Ainda é tempo de avançar", escreveu o ministro.

Em tratativas com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o governo Michel Temer tenta viabilizar a votação reforma da Previdência ainda este ano.

Mesmo com o salto de 16 posições, o Brasil continua atrás do México (54º) - a economia mais bem classificada na região - seguido por Porto Rico (64ª), Colômbia (65º) e Costa Rica (67º). O País é o pior colocado entre os integrantes do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Nova Zelândia (1º), Cingapura (2º) e Dinamarca (3º) lideram a lista do Doing Business 2019. Relatório de maior visibilidade do Banco Mundial, o documento, divulgado na manhã desta quarta, mostra que governos em todo o mundo implementaram 314 reformas de negócios no último ano.

A China ficou entre as 10 economias que mais melhoraram, registrando um avanço de mais de 30 posições, chegando ao 46º lugar na classificação global em termos de facilidade de se fazer negócios.

Mais Economia