PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Guindos e Lautenschläger defendem conclusão de reformas no setor bancário

Sergio Caldas

São Paulo

14/12/2018 11h09

Autoridades do Banco Central Europeu (BCE) defenderam hoje que as reformas no setor bancário da zona do euro sejam concluídas.

Luis de Guindos, vice-presidente do BCE, disse que finalizar as reformas da União Econômica e Monetária (UEM), completando a consolidação no setor bancário e dos mercados de capitais, é um "objetivo inquestionável".

"Precisamos buscar uma abrangente estratégia europeia de longo prazo para construir uma união financeira mais completa que promova tanto a redução dos riscos quanto o seu compartilhamento, que....são dois lados da mesma moeda", disse Guindos, em discurso durante evento na Universidade Goethe, em Frankfurt.

Nessa mesma linha, a integrante do Conselho Executivo do BCE Sabine Lautenschläger disse, também no evento em Frankfurt, que as reformas implementadas desde a crise financeira de 2008 ajudaram a tornar o setor bancário mais seguro, mas ainda precisam ser finalizadas.

"O que importa é implementar as reformas, transformá-las em lei concreta", afirmou Lautenschläger, que também é vice-presidente do Conselho de Supervisão do BCE.

Guindos e Lautenschläger não fizeram comentários sobre a política monetária do BCE.

Economia