PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Indicadores da FGV oscilam em torno da tendência de recuperação gradual

Caio Rinaldi

São Paulo

17/01/2019 14h27

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil fechou o mês de dezembro em retração de 0,8% na comparação com novembro, aos 115,8 pontos, informou o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e The Conference Board (TCB).

Das oito séries componentes do indicador, cinco contribuíram para a queda. Destaque para o índice de Quantum de Exportações e também para os Termos de Troca, que recuaram 4,5% e 4,1%, respectivamente.

Na mesma base de comparação, o Indicador Coincidente Composto da Economia (Icce), que mensura as condições atuais da economia, sofreu queda de 0,7%, marcando 102,7 pontos.

"Os resultados do Iace e Icce em dezembro representam oscilações em torno da tendência de recuperação gradual, e não sinais de reversão do ciclo de atividades", avalia o economista do Ibre/FGV Paulo Picchetti. "No entanto, as expectativas positivas com relação à trajetória de retomada continuam condicionadas à aprovação das reformas necessárias", pontua o economista.