PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cúpula do Exército tenta acalmar praças sobre reestruturação

Tânia Monteiro

20/03/2019 07h15

A cúpula militar voltou a agir ontem para tentar conter as insatisfações detectadas na tropa, particularmente entre sargentos e suboficiais do Exército, que temem ser prejudicados com projeto de reestruturação da carreira, que será encaminhado ao Congresso, com a proposta de reforma da Previdência da categoria.

Em várias das reuniões pelo Brasil, coronéis e generais passaram os últimos dois dias tentando acalmar a tropa e informando que não há divisão de benefícios concedidos aos diferentes postos. Insistiram que seriam sargentos e suboficiais os que terão mais vantagens.

Um dos números apresentados pelos generais aos seus subordinados para tentar convencê-los de que os dados que estavam sendo divulgados eram mentirosos e distorcidos, mostravam que, ao fim de 2023, com a reestruturação da carreira, a elevação dos salários de um general chegaria a 27% e de um praça (suboficial e sargento) a 46%.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.