PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

ONS espera geração total de Belo Monte para reduzir impacto na conta de luz

Denise Luna

Rio

21/01/2020 13h17

Até o dia 24 de janeiro o Operador Nacional do Sistema (ONS) estima operar com 50% da capacidade térmica instalada no País. Até o final do mês, porém, conta com a entrada total da usina de Belo Monte (PA) no sistema, dependendo da força das chuvas, para reduzir esse impacto na conta de luz do brasileiro.

"A partir de janeiro deste ano o ONS poderá explorar plenamente, pela primeira vez, o potencial hidráulico das usinas da região Norte do país (Madeira, Belo Monte e Tucuruí). A conjunção entre a geração dessas usinas e o reforço da rede de transmissão permitirá a inserção de 18 mil megawatts (MW) no sistema", disse o operador em nota nesta terça-feira, 21.

O órgão observa que apesar do atraso da estação chuvosa entre 2019/2020, as previsões dos institutos meteorológicos é de que nas próximas semanas os reservatórios do Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste devem apresentar maior armazenagem.

Usinas hidrelétricas importantes para a operação, como Furnas e Serra da Mesa, do subsistema Sudeste/Centro-Oeste, chegaram a níveis muito baixos, em torno dos 15% de armazenagem, mas começaram a se recuperar nos últimos dias.

Mesmo com alguns reservatórios em baixa, o ONS garantiu na nota que existem condições para o pleno atendimento à demanda.