PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Números da zona do euro sugerem que recuperação não será em forma de 'V'

A recuperação em "V" pode não acontecer - Getty Images/iStockphoto
A recuperação em 'V' pode não acontecer Imagem: Getty Images/iStockphoto

Sergio Caldas

São Paulo

21/08/2020 09h05

Os últimos números de atividade econômica da zona do euro sugerem que a recuperação da região após o choque inicial do novo coronavírus não será em forma de "V", segundo avaliação da ING Economics. O chamado PMI composto da zona do euro caiu de 54,9 em julho para 51,6 em agosto, ficando bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal.

De acordo com a ING, a rápida recuperação da zona do euro está perdendo força durante os meses de verão e os efeitos positivos da reabertura econômica após o "lockdown" motivado pela covid-19 estão desaparecendo.

A ING ressaltou, em nota a clientes, que os dados do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre serão muito positivos porque a base de comparação será artificialmente baixa, em função da economia sob "lockdown". Por esse motivo, a ING diz que mais importante é acompanhar o nível de atividade.

"À medida que os efeitos da reabertura forem diminuindo ao longo do trimestre, nós teremos uma boa ideia da lacuna entre a atividade econômica atual e a pré-vírus. Isso provavelmente mostrará que uma recuperação em forma de V não está a caminho, apesar de números muito fortes de crescimento no trimestre ante o anterior", ponderou a ING.