PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

'Bolsa de Valores ao seu Alcance' busca democratizar universo do mercado de ações

Maria Regina Silva

São Paulo

22/08/2020 09h53

Apaixonado por livros, o executivo de finanças Eduardo Guimarães agora coloca essa paixão em prática estreando em sua própria publicação. No livro, "Bolsa de Valores ao seu alcance - Invista em ações: é fácil", o autor traça um panorama sobre o mercado de ações, decifrando, por exemplo, siglas tidas como complicadas como ETF, IPOs (initial public offering, ou oferta pública inicial) e expressões como small caps, em Sopa de Letrinhas, no primeiro capítulo.

"O objetivo é democratizar a educação financeira e desmistificar o investimento em ações", conta em entrevista ao Broadcast.

A obra condensa em torno de 90 colunas escritas por Guimarães na coluna semanal "Domingo de Valor", publicada na página da Levante Ideias de Investimentos (https://levanteideias.com.br/ ), onde é sócio. Lançada em março, aborda as questões que permeiam o mercado de ações usando linguagem descontraída e recorrendo até outras paixões, que não a literatura, como o gosto por futebol, música e cerveja, para facilitar o entendimento ao leitor.

Apesar de tocar em termos totalmente ligados a Bolsa, Guimarães não deixa de passar por assuntos relacionados à macroeconomia e também à microeconomia. "Não tem como escapar", admite.

Os textos são curtos pra não deixar ninguém sem terminar de ler ao menos uma página e tampouco ficar presa em uma delas para dar continuidade ao processo. Para facilitar, a maioria dos temas abordados na coluna semana e repassados agora para o livro é atemporal.

"São textos variados para perfis também variados, com linguagem descomplicada, e não muito longos", diz, completando que também há capítulos destinados a quem já tem conhecimento sobre ações. "Dá para agradar iniciantes e também especialistas."

O gosto pela leitura veio do pai, Pedro Eduardo, já falecido, a quem Guimarães dedica o livro. "Ele me ensinou o prazer da leitura. Então, sempre gostei de ler e escrever. Fui lapidando meu próprio jeito de escrever na FGV Fundação Getulio Vargas por meio dos trabalhos acadêmicos", conta. Na FGV, Guimarães graduou-se em administração de empresas.

Porém, antes de migrar para a área de administração, escolheu engenharia química, mas deixou essa última diante da necessidade que sentia de estudar/trabalhar com algo que estivesse mais ligado a questões práticas. "Em busca dessa praticidade, passei a analisar o desempenho das companhias abertas. Se não tiver uma aplicação, não faz sentido", conta na apresentação do livro.

Em outro capítulo, "A trilha sonora da sua vida" parafraseia a escolha de um investimento com o de uma playlist. "Escolher os melhores investimentos é como fazer uma lista com as melhores bandas da história", escreve. Já para explicar como funciona um COE (Certificado de Operação Estruturada), recorre ao futebol, enquanto se ampara na cerveja para tentar deixar clara a explicação entre curva de oferta e demanda de um determinado bem ou serviços.

"Fui a duas Copas do Mundo - África e Rússia. Isso também me ajudou. Fui pegando um pouco a veia de contar histórias com o tempo", diz.

Com experiência no mercado, Guimarães atuou nas duas frentes: sell side (em bancos e corretoras de valores) e buy side (analistas que atuam na ponta das negociações, gestores de fundos). Atuou na área macro, micro, passou pelo segmento de relações com investidores e de tesouraria. Atualmente é sócio e especialista em ações da Levante Ideias de Investimentos, junto com Rafael Bevilacqua (sócio-fundador). "Mas também cuido das finanças da família e de alguns amigos", conta.

Ao todo, são cinco capítulos, distribuídos nos seguintes títulos: Educação Financeira, Estratégias de Ações, Macroeconomia, Teoria e Conceitos e Vida no Mercado.

O livro teve sua estreia virtual em julho, que contou com interessados em geral e clientes da Levante, que receberam a obra em versão digital. Agora, o livro parte para as livrarias. No entanto, por causa da pandemia de coronavírus, o lançamento presencial ainda segue sem data marcada, mas está nos planos de Guimarães. O prefácio é de Luiz Fernando Alves Júnior, gestor de recursos e sócio da Versa Asset Management.