PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Gasto com Previdência deve ser 9,2% do PIB em 2021, diz secretário

Eduardo Rodrigues e Idiana Tomazelli

Brasília

31/08/2020 17h31

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, destacou nesta segunda-feira a redução no gasto com Previdência previsto Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) de 2021 em proporção do Produto Interno Bruto, ficando em 9,2% do PIB no próximo ano, ante 9,5% do PIB em 2020.

"Isso é efeito da reforma da Previdência, que traz como grande ganho uma mudança de patamar dessa despesa. O gasto com Previdência continua crescendo em termos absolutos, mas não de forma explosiva", avaliou o secretário.

A proposta orçamentária considera despesas de R$ 704,416 bilhões com benefícios previdenciários em 2021, ante R$ 677,181 bilhões em 2020.

O gasto com pessoal deve alcançar R$ 337,345 bilhões no próximo ano, ante R$ 324,793 bilhões neste ano.

Waldery citou ainda que o gasto com pessoal está praticamente estacionário, mas num patamar alto. "A reforma administrativa será encaminhada em breve para melhorar a eficiência, e não será uma proposta estritamente fiscal", acrescentou.