PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Biden defende plano para infraestrutura, mas se diz aberto a negociações

Matheus Andrade

07/04/2021 16h08

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta quarta-feira, 7, que está disposto a negociar o financiamento de seu plano de infraestrutura, incluindo a proposta de aumento do imposto corporativo do atual 21% para 28%. A única condição, segundo o democrata, é não haver aumento de contribuições por parte daqueles que ganham menos de US$ 400 mil por ano. De acordo com o presidente, o projeto tributário seria capaz de arrecadar até US$ 1 trilhão nos próximos anos.

Em discurso, Biden reforçou o caráter que aponta ser bipartidário da proposta, ressaltando que "não há pontes republicanas, ou ferrovias democratas". O presidente afirmou que irá se reunir na Casa Branca com integrantes de ambos os partidos para discutir detalhes da proposta. "Além de infraestrutura tradicional, precisamos de investimentos em novas demandas", afirmou, respondendo críticas de que o projeto não se limitaria a reparação de estruturas mais tradicionalmente associadas à infraestrutura.

"Internet rápida é infraestrutura, e temos negócios atrapalhados por sua ausência", afirmou, sinalizando que os EUA devem investir em novos aspectos, como a resiliência contra as mudanças climáticas, e carros elétricos para "construir o futuro". Biden reforçou ainda que além da resolução de "problemas", o plano tem capacidade de gerar milhões de trabalhos.

"Somos uma das única grandes nações do mundo em que investimento em pesquisa caiu como parte do PIB nos últimos anos", afirmou, sugerindo que "os EUA deixaram de liderar o mundo quando" deixou de destinar verbas a desenvolvimento. Segundo Biden, a "China não nos espera para fazer investimentos", e o atual projeto tem potencial de colocar o país de volta na liderança global.