PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Guedes: recuperação prossegue, com criação de 2,2 milhões de empregos desde julho

Eduardo Rodrigues e Idiana Tomazelli

Brasília

26/05/2021 13h35

O ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou nesta quarta-feira o Brasil vem criando novas vagas de emprego em todos os meses desde julho do ano passado. O mercado de trabalho formal brasileiro registrou um saldo positivo 120.935 carteiras assinadas em abril, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No acumulado dos quatro primeiros meses de 2021, ao saldo do Caged é positivo em 957.889 vagas.

"Chegamos a um total 1,2 milhão de empregos destruídos na primeira onda da pandemia de covid-19 e desde então continuamos uma recuperação que prossegue. Isso totaliza a criação de 2,2 milhões de empregos desde de julho do ano passado. Criamos 1 milhão de empregos nos últimos quatro meses de 2020 e criamos quase 1 milhão nos primeiros quaro meses deste ano", completou o ministro.

Para Guedes, o ritmo de criação de vagas continua, mas foi mais lento em abril devido ao impacto da segunda da pandemia. "Em abril foi o grande impacto, quando as mortes atingiram o pico dessa segunda onda. O distanciamento social e prudência levaram uma retração no ritmo de criação de vagas, mas ainda assim o mercado prossegue forte. Em contrasto com o choque da primeira onda, dessa vez criamos vagas graças também ao avanço das vacinas", acrescentou.

Mais uma vez o ministro defendeu a aprovação de reformas e a vacinação em massa da população. "O Brasil continua comprando e aplicando vacinas para que haja um retorno seguro ao trabalho. Esse ritmo de criação de empregos mostra que os trabalhadores do mercado formal estão conseguindo bons tratamentos e os protocolos de proteção das empresas mais organizadas", destacou.