PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

BMJ Consultoria contabiliza mais de 41 votos para rejeição de MP da Eletrobras

Anne Warth

Brasília

16/06/2021 16h38

O governo está com dificuldades de obter votos suficientes para aprovar a Medida Provisória de privatização da Eletrobras. A BMJ Consultores Associados aponta mais de 41 votos contrários à proposta.

Até o momento, o relator, senador Marcos Rogério (DEM-RO), ainda não apresentou o parecer que será submetido à votação. O texto, no entanto, sofrerá alterações em relação ao aprovado pelos deputados e pode ter que voltar à Câmara.

A sessão plenária do Senado está marcada para as 16h e deve começar em instantes. Há expectativa de que o relatório seja pautado, mas não submetido à votação nesta quarta-feira, 16, adiando a análise para quinta-feira, 17.

Segundo a BMJ, há senadores contrários aos jabutis - emendas estranhas à proposta original - entre PP, MDB, PL, PSDB, Cidadania, PDT, Podemos, PSB, PSD, PT, Rede, em número que supera os 41 votos necessários para aprovar a MP.

Entre as alternativas em análise pelos senadores está a derrubada do texto, ou ainda a aprovação de um texto desidratado, sem os jabutis. Alguns partidos tentam articular a manutenção dessa proposta com suas bancadas na Câmara, mas ainda não há acordo ou consenso sobre a estratégia que será adotada.

A consultoria tem como sócios o ex-ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Miguel Jorge e o ex-secretário de Comércio Exterior Secretário de Comércio Exterior.