PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Elevação dos juros é fundamental para assegurar equilíbrio macro, diz presidente da Febraban

O presidente da Febraban também afirmou ter confiança nas decisões do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do Congresso Nacional - Divulgação/Febraban
O presidente da Febraban também afirmou ter confiança nas decisões do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do Congresso Nacional Imagem: Divulgação/Febraban

Matheus Piovesana

Em São Paulo

03/11/2021 13h02

Para o presidente da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), Isaac Sidney, a alta dos juros neste momento é fundamental para manter o equilíbrio macroeconômico do País. Segundo ele, o BC (Banco Central) não pode hesitar em sua condução da política monetária.

"Não demorará para ouvirmos os velhos argumentos de que a alta dos juros vai provocar recessão. Ao contrário, a elevação dos juros agora é fundamental para conter o processo inflacionário e assegurar o equilíbrio macroeconômico", disse ele, durante o lançamento de uma nova plataforma de finanças pessoais criada em cooperação com o BC.

"O Banco Central não pode ter qualquer hesitação. Tem independência formal exatamente para agir, como tem agido", prosseguiu Sidney. "Só com isso poderemos evitar a recessão e fazer a nossa economia crescer de forma sustentada."

Sidney afirmou, porém, que o Banco Central não conseguirá vencer a "guerra" contra a inflação sozinho, e lembrou que no comunicado da decisão do Copom que elevou a Selic para 7,75% ao ano, o próprio BC afirmou que questionamentos ao arcabouço fiscal do País elevaram os riscos de desancoragem das expectativas de inflação. "Mas penso que podemos recuperar essa confiança", disse Sidney.

O presidente da Febraban também afirmou ter confiança nas decisões do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do Congresso Nacional. "Confio que o Ministro Paulo Guedes e o Parlamento encontrarão o caminho certo para se manterem comprometidos com a disciplina fiscal. Isso é fundamental."

PUBLICIDADE