PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Governo eleva projeção da inflação a 7,90%; estimativa do PIB fica em 1,5%

Para o ano que vem, o patamar da inflação subiu de 3,25% para 3,60%. - Getty Images/iStockphoto
Para o ano que vem, o patamar da inflação subiu de 3,25% para 3,60%. Imagem: Getty Images/iStockphoto

Bernardo Caram

Reuters, Brasília

19/05/2022 14h56

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia piorou nesta quinta-feira as projeções oficiais para o desempenho da inflação, embora ainda se mantenha mais otimista do que o mercado, e deixou inalteradas as estimativas para a atividade econômica neste ano e em 2023.

Para a inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a estimativa da equipe econômica subiu para 7,90% em 2022, contra 6,55% da projeção feita em março. Para 2023, o patamar subiu de 3,25% para 3,60%.

O centro da meta de inflação é de 3,5% neste ano e 3,25% no próximo, nos dois casos com margem de tolerância de 1,5 ponto para mais ou para menos.

A projeção do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que é usado para corrigir o salário mínimo e outras despesas do governo, ficou em 8,10% para este ano, contra 6,70% antes. Em 2023, a estimativa foi de 3,25% para 3,70%.

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), foi mantida a estimativa do governo de uma alta de 1,5% este ano. Para 2023, a projeção seguiu em 2,5%. A informação sobre a estimativa para o PIB foi antecipada pela Reuters na quarta-feira.