PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

UE impõe embargo ao petróleo russo com efeito imediato a dois terço das importações

27.abr.2022 - O presidente russo, Vladimir Putin - Reprodução
27.abr.2022 - O presidente russo, Vladimir Putin Imagem: Reprodução

Ilana Cardial

São Paulo, 30

30/05/2022 19h34Atualizada em 30/05/2022 19h53

Os 27 Estados-membros da União Europeia chegaram a um acordo para banir as exportações do petróleo da Rússia para o bloco, informou o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel. "Isso cobre imediatamente mais de 2/3 das importações de petróleo da Rússia, cortando uma fonte imensa de financiamento para sua máquina de guerra", escreveu o líder europeu em rede social.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, elogiou o acordo feito. "De modo efetivo, isso cortará cerca de 90% das importações de petróleo da Rússia para a UE até o fim deste ano", disse.

Entre outras medidas no novo pacote de sanções, estarão a retirada de um dos maiores bancos russos, o Sberbank, do sistema internacional de pagamentos Swift, o banimento de mais três emissoras estatais russas e sanções a indivíduos considerados responsáveis por crimes de guerra na Ucrânia.