IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Alckmin: baixar juro é muito importante para atrair investimento e crescimento

O vice-presidente Geraldo Alckmin defende a redução do juro - 16.jan.2023 - Tomzé Fonseca/Futura Press/Estadão Conteúdo
O vice-presidente Geraldo Alckmin defende a redução do juro Imagem: 16.jan.2023 - Tomzé Fonseca/Futura Press/Estadão Conteúdo

Eduardo Gayer

Em Brasília

15/02/2023 13h53Atualizada em 15/02/2023 15h44

Em meio à pressão do PT sobre o Banco Central para a redução da taxa Selic, hoje em 13,75%, o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, da ala moderada do governo, afirmou hoje que reduzir os juros no País é "muito importante" para atrair investimentos e fazer a economia crescer.

"O Brasil, que estava isolado, passa a ser um protagonista importantíssimo na economia mundial. América Latina, Estados Unidos, China, União Europeia, África. Nós temos 2% do PIB do mundo, 98% do comércio está fora do Brasil. Temos que aproveitar todas as oportunidades para gerar emprego, para fazer crescer a economia e baixar os juros. Isso é muito importante para poder atrair mais investimentos e a economia crescer mais", afirmou Alckmin no Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores.

A declaração foi feita à imprensa após reunião preparatória para a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à China, marcada para março. Alckmin se reuniu com representantes da Cosban (Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação).

"A China é o maior parceiro comercial do Brasil, 150 bilhões de dólares e pretendemos fazer crescer ainda mais", afirmou o vice-presidente. "A meta é atrair mais investimentos", acrescentou, sobre a relação bilateral sino-americana.

Alckmin declarou ainda que não tem informações sobre a intenção do governo federal de indicar a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) para a presidência do Banco dos Brics, conforme revelado pela Folha de S.Paulo.