IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Crédito deve cair 0,8% em janeiro ante dezembro, mostra pesquisa da Febraban

São Paulo

16/02/2023 12h00

O saldo de crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) deve cair 0,8% em janeiro na comparação com dezembro de 2022, segundo a Pesquisa Especial de Crédito da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). No comparativo anual, ou seja, com janeiro de 2022, a expectativa é de alta de 13,1%.

No ano, o crescimento deve ser puxado pela carteira de pessoas físicas, com crescimento de 17,2% na comparação com 2022. A carteira para empresas, por sua vez, deve ter expansão de 7,2% nos dados consolidados. As operações com recursos direcionados devem ter alta de 13,6% em termos anuais, enquanto as com recursos livres, ou seja, sem "carimbo", crescerão 12,7%.

Segundo a Febraban, a contração em janeiro segue a sazonalidade típica do mês, após 11 meses seguidos de alta. A maior parte da queda deve ser observada no crédito para empresas, em especial nos recursos livres.

"Depois de três anos seguidos de expressivo crescimento na concessão de crédito para as famílias e empresas, o ritmo de expansão anual da carteira deve seguir perdendo ímpeto, refletindo o arrefecimento da atividade e condições financeiras mais restritivas", diz Rubens Sardenberg, diretor de Economia, Regulação Prudencial e Riscos da Febraban. "A menor expansão do crédito em 2023 deve-se a um cenário externo menos favorável com inflação ainda elevada, juros altos e atividade econômica em desaceleração", complementa ele.

O mês de janeiro foi marcado pelo caso Americanas, que, de acordo com fontes de mercado, levou a restrições à concessão de crédito para empresas. Os bancos têm afirmado, entretanto, que não apertaram as condições.

Concessões

A pesquisa aponta ainda que as concessões de crédito em janeiro devem cair 11,4% na comparação com dezembro. A maior baixa (-25,7%) deve ocorrer nas concessões direcionadas.

A pessoa jurídica deve mostrar a maior baixa, ainda de acordo com o levantamento, de 19,3% em relação a dezembro de 2022.

A pesquisa da Febraban é realizada mensalmente e serve como uma espécie de "prévia" da nota de crédito do Banco Central. A entidade faz o levantamento com base nos dados consolidados de crédito das principais instituições financeiras do País.