IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Dirigentes do Fed preveem na ata que altas contínuas de juros são apropriadas

São Paulo

22/02/2023 17h18

Ao discutir as perspectivas de política monetária, com a inflação ainda bem acima da meta de 2%, todos os dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) continuaram a antecipar que os aumentos contínuos de juros são apropriados para atingir os objetivos da instituição, de acordo com a ata da última reunião de política monetária do BC dos EUA, divulgada nesta quarta-feira, 22.

"Os dirigentes reafirmaram seu forte compromisso de retornar a inflação ao objetivo de 2% e observaram que uma postura política restritiva precisaria ser mantida até que os dados recebidos fornecessem confiança de que a inflação estava em uma trajetória descendente sustentada para 2%, o que provavelmente levaria algum tempo", destaca o documento.

Além disso, o documento traz que os membros concordaram que, ao determinar a extensão dos futuros aumentos na faixa da meta, eles levariam em consideração o aperto cumulativo da política monetária, os atrasos com que a política monetária afeta a atividade econômica, a inflação e os desenvolvimentos econômicos e financeiros. "Os participantes em geral observaram que as decisões futuras do Comitê em relação à política continuariam a ser informadas pelos dados recebidos e suas implicações para as perspectivas de atividade econômica e inflação".

Pico

Integrantes do mercado, em média, projetam probabilidade de pico na taxa dos Fed funds em torno de 5%, segundo levantamento conduzido por equipe do Fed e divulgado nesta quarta-feira na ata do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc).

A pesquisa apontou que o mercado, em geral, esperava um crescimento moderado ou recessão leve da economia americana neste ano, com apenas alguns integrantes percebendo risco de inflação persistente ou recessão profunda.

Considerando este cenário, os participantes do mercado entrevistados pela equipe do Fomc esperavam de forma ampla o aumento em 25 pontos-base anunciado na reunião monetária de 1º de fevereiro. Além disso, parte significativa do mercado projetava que o Fed manteria sua política de juros estável durante boa parte de 2023.

Atividade e efeitos

Os dirigentes do Federal Reserve observaram que será necessário um crescimento abaixo da tendência para conseguir reduzir a inflação à meta de 2% nos Estados Unidos.

Segundo o documento, os dirigentes concordaram que a inflação segue inaceitavelmente alta no país, ainda bem acima da meta, da mesma forma que o mercado do trabalho, que segue apertado. Entretanto, alguns integrantes do Fomc também afirmaram que os riscos das taxas inflacionárias estão mais equilibrados, apesar das incertezas para este ano.