IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Opep+ confirma cortes adicionais na oferta de petróleo de 1,66 milhão de bpd

São Paulo

03/04/2023 08h50

Alguns países da Opep+, que reúne a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados, farão cortes adicionais voluntários em sua produção da commodity de 1,66 milhão de barris por dia (bpd) até o fim do ano.

Em comunicado divulgado após reunião ministerial, a Opep confirmou nesta segunda-feira (3) que alguns de seus integrantes reduzirão sua oferta em 1,16 milhão de bpd a partir de maio e até o fim de 2023, como há havia sido revelado no domingo. Apenas a Arábia Saudita responderá por um corte de 500 mil bpd.

Outras reduções serão feitas no Iraque (211 mil bpd), Emirados Árabes Unidos (144 mil bpd), Kuwait (128 mil bpd), Casaquistão (78 mil bpd), Argélia (48 mil bpd), Omã (40 mil bpd) e Gabão (8 mil bpd).

Além disso, a Rússia, que integra a Opep+, estenderá o atual corte de 500 mil bpd em sua produção até o fim de 2023, trazendo a redução total na oferta a 1,66 milhão de bpd, detalhou a Opep.

Ainda no comunicado, a Opep diz que a decisão é uma medida preventiva com o "objetivo de sustentar a estabilidade do mercado de petróleo". A próxima reunião ministerial da Opep está marcada para 4 de junho.