IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Haddad sobre emissão externa do Tesouro: spread caiu e demanda foi 3 vezes maior que a esperada

Brasília e São Paulo

06/04/2023 15h01

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, destacou nesta quinta-feira, 6, os resultados da quarta-feira da primeira emissão externa do Tesouro Nacional em quase dois anos. Segundo ele, os investidores internacionais estão mais otimistas sobre o Brasil do que os residentes no País.

"O Banco Central tem feito várias sinalizações de que as medidas divulgadas são consistentes. Depois do arcabouço divulgado, tivemos ontem uma emissão de títulos em dólares ontem para verificar o apetite estrangeiro sobre o Brasil. Pega os dados do que aconteceu ontem e você vai ver que o spread caiu e que tivemos demanda três vezes superior que a esperada. Quem olha o Brasil vê que tem um caminho aqui", afirmou Haddad, em entrevista à BandNews.

O Tesouro Nacional vendeu na quarta US$ 2,25 bilhões no lançamento do Global 2033, novo benchmark de dez anos para os títulos da Dívida Pública Federal externa (DPFe).

A demanda pelo papel chegou a US$ 8,5 bilhões, o que permitiu a redução no custo da operação e incentivou o Tesouro a elevar o volume da operação, originalmente prevista em US$ 1,5 bilhão. A taxa de remuneração oferecida ficou em 6,15%, bem abaixo da ideia proposta inicialmente, entre 6,50% a 6,625%.