IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Plano Plurianual se tornará público na semana que vem com presença de Lula, diz Tebet

30.mar.2023 - Ministra do Planejamento, Simone Tebet, durante coletiva para anunciar novas regras fiscais para a economia brasileira - 30.mar.2023 - Sergio Lima /AFP
30.mar.2023 - Ministra do Planejamento, Simone Tebet, durante coletiva para anunciar novas regras fiscais para a economia brasileira Imagem: 30.mar.2023 - Sergio Lima /AFP

Eduardo Laguna e Francisco Carlos de Assis

Em São Paulo

14/04/2023 12h51

A ministra do Planejamento, Simone Tebet, disse nesta sexta-feira, 14, que o governo teve que "trocar pneus com o carro em movimento" ao falar dos 100 primeiros dias do mandato, que, segundo ela, "não foram fáceis".

Durante evento em auditório da Fundação Getulio Vargas (FGV) na capital paulista, ela informou também que o Plano Plurianual (PPA) será divulgado na semana que vem, com a volta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva da China.

Segundo a ministra, o plano será levado para discussão em todas as capitais do País, com apresentação do documento também em uma plataforma digital para acompanhamento da sociedade.

Já no segundo semestre, disse Tebet, a pasta vai trabalhar no planejamento de longo prazo, com objetivos até 2040, já que o PPA é um planejamento de médio prazo.

Ao falar dos 100 primeiros dias do governo, Tebet usou a ilustração de um carro em movimento ao comentar que apenas um dos quatro pneus do País estava funcionando. Além de recriar o ministério do Planejamento, observou, foi necessário consertar "equívocos do passado", referindo-se à revogação de medidas dos últimos quatro anos, como decretos de armamento, e "planejar o futuro".

"Estamos atrasados em relação à iniciativa privada, nenhuma empresa tem sucesso sem planejamento estratégico", frisou a ministra.

Durante o evento, a ministra recebeu do Movimento Brasil Competitivo (MBC) um documento com 300 propostas, entre medidas imediatas e prioritárias, que visam, em geral, melhorar os índices de desenvolvimento humano, de competitividade e de PIB per capita do Brasil.

Elaborado junto com a FGV a partir de agendas internacionais, setoriais, de governo e do Legislativo, além de consultas a especialistas e gestores, o documento foi entregue à ministra pelo empresário Jorge Gerdau, presidente do conselho superior do MBC.

A organização é formada por empresas, lideranças empresariais, executivos e gestores públicos.