IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Maioria dos bancos dos EUA não se protegeu contra alta nos juros no aperto do Fed, diz estudo

Nova York

18/04/2023 15h42

Poucos bancos dos Estados Unidos se protegeram contra o aumento das taxas de juros durante a campanha de aperto monetário do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) no ano passado, de acordo com um estudo que diz que os títulos sem cobertura estão mais disseminados que os investidores imaginam.

O artigo "Hedge limitado e apostas em ressurreição pelos bancos dos EUA durante o aperto monetário de 2022?", afirma que centenas de bancos compartilham desse risco, que desempenhou um papel importante no colapso do Silicon Valley Bank (SVB) no mês passado. O texto não listou instituições individuais, apenas apresentou uma análise de dados agregados.

Em todo o setor bancário, apenas cerca de 6% dos ativos bancários estavam protegidos por swaps de taxas de juros, diz o estudo.

Mesmo com as taxas continuando a subir ao longo de 2022, cerca de um quarto dos bancos de capital aberto reduziram seu hedge de proteção no ano passado, de acordo com os autores.

O SVB, por exemplo, havia coberto cerca de 12% de sua carteira de títulos no final de 2021, mas apenas 0,4% no final de 2022. Os professores descreveram isso como uma aposta.

Os autores do estudo são os professores Erica Jiang, da Marshall School of Business da University of Southern California, Gregor Matvos, da Kellogg School of Management da Northwestern University, Tomasz Piskorski, da Columbia Business School, e Amit Seru, da Stanford Graduate School of Business. Fonte: Dow Jones Newswires.