IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Appy: Se for tributar menos a Netflix vou ter de tributar mais dos outros setores da economia

Brasília e São Paulo, 11

11/05/2023 18h15

O secretário extraordinário da reforma tributária do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, disse que para tributar menos um serviço de streaming, como a Netflix, será preciso cobrar mais impostos de outros setores da economia. Ele usou o exemplo para alertar sobre os riscos da criação de diversas alíquotas diferenciadas e para mostrar a heterogeneidade do setor de serviços.

"Por que serviço de streaming paga menos imposto do que uma camisa? É grande produtor, empresa estrangeira, Netflix. Honestamente, não vejo porque não pagar o mesmo que uma camisa. Se eu for tributar menos a Netflix, terei um imposto mais alto para todo o resto, para poder manter a carga tributária", disse em evento da Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Ele também usou o exemplo do serviço de aluguel de automóveis, que paga menos impostos do que a venda. Para ele, essa é uma diferenciação que não se justifica e causa distorções na economia.