Alemanha vai facilitar obtenção de cidadania para atrair trabalhadores

A Alemanha vai facilitar a obtenção de cidadania alemã com uma nova legislação, aprovada nesta quarta-feira, 23, pelo governo, que espera que o projeto reforce a integração dos imigrantes e ajude uma economia que enfrenta uma escassez de trabalhadores qualificados.

A legislação aprovada pelo chanceler Olaf Scholz e pelos seus ministros ainda requer a aprovação da câmara baixa do parlamento, onde a coligação socialmente liberal de três partidos têm uma maioria confortável. Poderá entrar em vigor em janeiro, dependendo da rapidez com que isso acontecer.

O governo planeja tornar as pessoas elegíveis para a cidadania após cinco anos na Alemanha, ou três no caso de "realizações especiais de integração", em vez dos oito ou seis anos atuais.

As crianças nascidas na Alemanha se tornariam automaticamente cidadãs se um dos pais fosse residente legal durante cinco anos, em comparação com os oito anos atuais. As restrições à posse de dupla cidadania também serão eliminadas.

A oposição acredita que a medida pode trazer o efeito contrário a uma integração bem-sucedida. A conservadora Andrea Lindholz defende que o governo alemão deveria focar em reduzir a imigração irregular.