Conteúdo publicado há 10 meses

Caixa reduz juros de linhas de crédito PF e PJ após corte da Selic

A Caixa Econômica Federal vai reduzir os juros de linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas após a redução da taxa Selic em 0,5 ponto porcentual, para 12,75% ao ano. O corte nos juros básicos da economia brasileira foi anunciado nesta quarta-feira, 20, pelo Banco Central.

Nas linhas de pessoas físicas, o banco afirma que o juro médio das linhas de crédito consignado vai cair de 1,61% ao mês para a partir de 1,55% ao mês. Esse dado inclui todas as linhas de consignado que a Caixa oferece, como as destinadas a beneficiários do INSS ou as de consignado privado.

Para micro e pequenas empresas, o banco reduziu em 0,22 ponto porcentual as taxas mensais da linha de capital de giro, que agora começam em 0,99%. Além disso, o prazo de pagamento passa a ser de até 60 meses, com carência de seis meses, a depender da modalidade, acordo com a Caixa.

A instituição também reduzirá os juros das linhas de capital de giro para médias e grandes empresas. No Crédito Especial Empresa Parcelado, a taxa média será de CDI + 0,25% ao mês, ante a taxa anterior de CDI + 0,28% ao mês. No Crédito Especial Empresa Investimento, a taxa passou de CDI + 0,32% ao mês para CDI + 0,29% ao mês, em média.

A presidente da Caixa, Rita Serrano, afirma em nota que o crédito facilitado acelera a atividade econômica, e que o banco fomenta esse processo. "As reduções de juros São medidas que alcançam todos os clientes da Caixa, auxiliando para que as empresas voltem a investir e contratar, e para que as pessoas possam voltar a sonhar e planejar suas vidas", diz ela.

No começo de agosto, quando o Copom iniciou o ciclo de cortes da taxa Selic com outra redução de 0,5 ponto, a Caixa anunciou uma redução nos juros do crédito consignado destinado a beneficiários do INSS.

Nesta quarta-feira, o Banco do Brasil também anunciou uma redução de juros após o novo corte na Selic.

Deixe seu comentário

Só para assinantes