Petrobras deve distribuir R$ 17,2 bi em dividendos no 3º trimestre, diz Ineep

O Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (Ineep) estima que a Petrobras vai distribuir R$ 17,2 bilhões (US$ 3,5 bilhões) a acionistas na forma de dividendos neste terceiro trimestre. A companhia divulga o balanço financeiro do período na quinta-feira, 9, após o fechamento do mercado.

A instituição de pesquisa projeta um lucro de R$ 26,2 bilhões no período para a Petrobras, que levaria a uma geração de caixa operacional de cerca de R$ 51,6 bilhões, resultado das entradas e saídas de caixa relacionadas às atividades operacionais.

Com essa geração de recursos, o Ineep estima um Fluxo de Caixa Livre - diferença entre geração de caixa livre e gastos com investimentos imobilizados e intangíveis - da ordem de R$ 38,1 bilhões no trimestre, uma queda de 28% em relação ao mesmo período de 2022.

O cálculo do dividendo estimado (R$ 17,2 bilhões) equivale a 45% desse fluxo de Caixa Livre, porcentual definido após a mudança na política de remuneração de acionistas, anunciada no fim de julho.

"Desse total estimado de lucros a serem distribuídos (R$ 17,2 bilhões), 36,61% irão para o governo federal e para o BNDES; 63,17% para acionistas privados, dos quais 47,72% para os acionistas não brasileiros (NYSE-ADRs, B3, CRGI e Blackrock) e 15,45% para os acionistas privados brasileiros", lembra o Ineep em relatório divulgado nesta quarta-feira.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora