Meta da Petrobras de fator de utilização das refinarias é de 97%, diz gerente executiva

A gerente executiva de Planejamento Estratégico da Petrobras, Renata Szczerbacki, disse que a Petrobras planeja aumentar ainda mais o fator de utilização de suas refinarias (FUT). A ideia é chegar a 97% e manter esse patamar considerado alto nos próximos cinco anos até 2028. A Petrobras fechou o terceiro trimestre do ano com FUT de 95,8%.

Segundo a gerente da Petrobras, o foco da companhia nessa frente de negócios será a produção de diesel S10, adicionando 290 mil bpd. Esse incremento virá 80% de projetos novos e 20% de "revamps" (aumento de eficiência das unidades).

A executiva falou em coletiva de imprensa sobre o novo Plano Estratégico nesta sexta-feira, em hotel na zona sul do Rio de Janeiro.

A Petrobras planeja investir US$ 17 bilhões no parque de refino, transporte e comercialização até 2028.

O plano prevê o aumento de capacidade de processamento nas refinarias suportado pela entrada de projetos como o Trem 2 da Refinaria de Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco; "revamps" de unidades; e implantação de novas unidades de produção de diesel em cinco refinarias (Revap, Regap, Replan, Rnest e Gaslub).

A Petrobras ainda prevê investimentos de US$ 1,5 bilhão em biorrefino, visando aumento da capacidade de produção de diesel R5 (5% renovável) na Repar, RPBC, Reduc e Replan. Também está prevista a instalação de plantas dedicadas de BioQav e diesel 100% renovável na RPBC e no Gaslub, a serem concluídas só depois de 2028.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes