Vendas do varejo sobem 1,4% na semana da Black Friday de 2023, aponta ICVA

O faturamento do varejo brasileiro cresceu 1,4% na semana da Black Friday em relação ao período equivalente de 2022, de acordo com o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), calculado pela credenciadora. O crescimento foi puxado pelo varejo online, com alta de 12,1%. No varejo físico, o crescimento foi de 0,5%.

O ICVA aponta que os setores com as maiores altas foram os de óticas e joalherias, com crescimento de 11,1%, e os de móveis, eletro e departamento, com alta de 10,8%. Por outro lado, veterinárias e pet shops (-7,3%) e livrarias e papelarias (-3,5%) tiveram queda no comparativo anual.

Nas vendas presenciais, Sudeste e Nordeste puxaram o crescimento das vendas, com altas de 1,3% e de 0,2%, respectivamente.

Os Estados de Minas Gerais (+3,6%), Pernambuco (+2,4%), Espírito Santo (+1,9%), São Paulo (+1,5%) e Bahia (+0,5%) foram destaque nas duas regiões.

Nas regiões Centro-Oeste e Sul do País, as vendas no varejo físico durante a semana da Black Friday caíram 0,7%, com baixa de 0,9% em Mato Grosso, e de 1,3% em Santa Catarina.

"Percebemos que o varejo tem se aproveitado da data para reforçar as vendas ao longo de todo o mês de novembro", diz o vice-presidente de Tecnologia e Negócios da Cielo, Carlos Alves. "Nesta semana, em especial, o resultado foi puxado principalmente pelos desempenhos de turismo e transporte e vestuário."

Na Black November, a extensão da Black Friday ao longo do mês, o varejo teve vendas 0,1% maiores que no mesmo período do ano passado. O e-commerce subiu 9,4%, mas o varejo físico caiu 0,6% no período.

Para a semana da Black Friday, foram considerados os dados de venda entre 17 e 23 de novembro deste ano, e de 18 a 24 de novembro de 2022. No caso da Black November, o ICVA inclui vendas entre os dias 1º e 23 de novembro deste ano, e o mesmo intervalo de 2022.

O ICVA é calculado pela Cielo através do mapeamento de 18 setores, de pequenos lojistas a grandes varejistas. Eles respondem por mais de 900 mil varejistas credenciados pela companhia.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes