Bolsas de NY fecham em alta, com expectativas por CPI dos EUA e decisão do Fed

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta segunda-feira, 11, começando a semana da última decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed) neste ano. A inflação nos Estados Unidos deve influenciar nos próximos passos da autoridade, e investidores acompanharão amanhã a leitura do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de novembro. Hoje, as bolsas ganharam fôlego ao longo da sessão, renovando suas máximas diárias próximas ao fim do pregão, acompanhando uma desaceleração nos juros dos Treasuries. Além da postura do banco central, outro ponto de destaque entre analistas são os desenvolvimentos da Inteligência Artificial (IA), que podem impulsionar ganhos nos próximos trimestres.

O índice Dow Jones subiu 0,43%, aos 36.404,93 pontos, o S&P 500 avançou 0,39%, aos 4.622,44 pontos e o Nasdaq fechou em alta de 0,20%, aos 14.432,49 pontos.

O CPI nos EUA ficou estável em novembro, na comparação com outubro, de acordo com a mediana dos 28 analistas consultados pelo Projeções Broadcast. Caso se confirme, o resultado repetirá a estabilidade do indicador em outubro ante setembro. Na leitura anual, a expectativa é de avanço de 3,1% em novembro, uma desaceleração modesta após a alta de 3,2% vista no mês anterior.

Na visão da Capital Economics, as perspectivas para os mercados de ações são positivas. Para além de se beneficiar de uma recuperação econômica cíclica e de uma política monetária mais flexível no próximo ano, "acreditamos que as ações serão impulsionadas pelo entusiasmo em torno da IA". O ponto principal é que, "assim que as preocupações a curto prazo sobre uma recessão passarem, "pensamos que os investidores voltarão a sua atenção para os benefícios da IA; e como tende a acontecer com esta tecnologia transformadora, pensamos que os investidores procurarão cristalizar os ganhos antecipadamente", avalia. A consultoria projeta retornos médios anuais de aproximadamente 20% das ações globais em 2024 e 2025. Os papéis da Intel subiram 4,31% hoje, acompanhando os anúncios da empresa para IA.

Já Occidental Petroleum adquirirá ativos da CrownRock por US$ 12 bilhões, fortalecendo seu portfólio onshore nos EUA com ativos da Bacia Premier Permian, localizada majoritariamente no estado do Texas. Em comunicado, a petroleira afirmou que espera que o negócio proporcione maior fluxo de caixa livre com base em ações diluídas, incluindo US$ 1 bilhão no primeiro ano com base em um valor de referência de US$ 70 por barril de WTI. Os papéis da companhia subiram 1,04%.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora