CMN aprova linha de crédito especial para produtores de leite

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou, na noite da quinta-feira, 21, uma linha de crédito especial com subvenção federal específica para cooperativas de produtores de leite, com repasse de mais de R$ 700 milhões. A informação é do Ministério da Agricultura, em nota.

Segundo a pasta, a iniciativa tem o objetivo de possibilitar às cooperativas de produção de lácteos a obtenção de crédito que contribua para que produtores regularizem sua situação e outros compromissos em relação aos insumos adquiridos na cooperativa.

"A nova linha vai dar um fôlego para as cooperativas e, consequentemente, aos produtores, não apenas aos seus cooperados, mas a todos aqueles que contam com esses serviços", diz, na nota, o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, qualificando a iniciativa de "Desenrola Leite".

Ainda conforme o ministério, as condições especiais definidas são para o financiamento de capital de giro, no âmbito do Crédito de Investimento para Agregação de Renda (Pronaf Agroindústria) e do Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (Procap-Agro). O valor, proveniente de recursos do Plano Safra 2023/24 não aplicados e devolvidos por instituições financeiras, será repassado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pelo Banco do Brasil.

Os financiamentos terão juros de 8% ao ano e uma taxa especial - de 4% ao ano - para a agricultura familiar.

Os beneficiários ainda poderão contar com 24 meses de carência e 60 meses para o pagamento.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes