Doze das 24 atividades têm quedas de preços no IPP de dezembro, mostra IBGE

A queda de 0,18% nos preços dos produtos industriais na porta de fábrica em dezembro foi decorrente de recuos em metade (12) das 24 atividades pesquisadas, segundo dados do Índice de Preços ao Produtor (IPP), divulgado nesta quinta-feira, 1º de fevereiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As quatro atividades com maiores variações, informou o IBGE, foram refino de petróleo e biocombustíveis, cujos preços caíram 4,05% em dezembro ante novembro; indústrias extrativas, com alta de preços de 2,30% na mesma comparação; papel e celulose (+2,01%); e perfumaria, sabões e produtos de limpeza (+1,50%).

O setor de refino de petróleo e biocombustíveis foi destaque em termos de impacto negativo, subtraindo 0,45 ponto porcentual (p.p.) da variação do índice geral.

Outras atividades que se sobressaíram foram alimentos, (+0,14 p.p.); indústrias extrativas (+0,11 p.p.), e outros produtos químicos (-0,09 p.p).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes