Esperar muito para cortar juros é arriscado, diz Villeroy de Galhau, do BCE

O Banco Central Europeu (BCE) não deveria esperar muito para começar a cortar juros, disse o dirigente do BCE e presidente do BC da França, François Villeroy de Galhau, em entrevista ao jornal belga L'Echo. Segundo o dirigente, o BCE terá de traçar um cuidadoso trajeto entre duas situações perigosas: de um lado, não deve reduzir as taxas em ritmo muito rápido para não correr o risco de ver a inflação ganhar força de novo; do outro, também não pode adiar o corte por muito tempo para não pressionar demais a economia. "Esse segundo risco está agora tão presente quanto o primeiro," afirmou Villeroy de Galhau. Fonte: Dow Jones Newswires.