Lula lamenta morte de Abilio Diniz e diz que teve o prazer de chamar o empresário de amigo

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, lamentou a morte do empresário brasileiro Abilio Diniz, que faleceu no domingo, 18, aos 87 anos. Na publicação, o chefe do Executivo disse que teve o "prazer" de chamar o empresário de amigo e conversar, em diversas ocasiões, sobre os rumos do Brasil.

"Abílio era um empresário dedicado, que participou da gestão, crescimento e criação de muitas empresas no Brasil. Sempre viveu com uma grande determinação e dedicação ao trabalho, superando dificuldades e perdas pessoais", escreveu Lula em mensagem no X, antigo Twitter, nesta segunda-feira, 19. "Tive o prazer de ser seu amigo e conversar muitas vezes com ele sobre os rumos do nosso país", acrescentou o presidente.

Ao final da mensagem, Lula se solidarizou com os filhos e familiares de Abilio Diniz.

O empresário morreu no domingo vítima de insuficiência respiratória em função de uma pneumonite. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein.

O velório ocorre no Salão Nobre do Estádio do MorumBis, do São Paulo Futebol, time do coração do empresário. O vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, deve participar do velório no período da tarde.