Presidente do AIIB fala que banco da Ásia está pronto para fornecer grandes recursos no Brasil

O presidente do Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (AIIB), Jin Liqun, disse depois de reunião com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que o órgão está pronto para fornecer "grandes quantias" para projetos no Brasil. Mencionou estradas, ferrovias, portos e aeroportos, principalmente os que liguem o Brasil ao Oceano Pacífico - uma forma encurtar a viagem de produtos brasileiros rumo à China.

"Temos só três projetos, um montante de US$ 350 milhões, que é muito pouco. Prometemos fazer mais para melhorar a conectividade com a Ásia, o poderá ser um grande ganho para o Brasil nos próximos anos", disse o presidente do AIIB. "Prometemos que podemos fazer projetos amplamente definidos como infraestrutura, como estradas, ferrovias, aeroportos, portos, renováveis, transmissão. Qualquer coisa que seja importante para esse país seria nosso trabalho", afirmou.

Ele também citou, em abstrato, projetos para mitigar efeitos de mudanças climáticas.

"Estamos prontos para prover grandes montantes de recursos para o País", disse Jin Liqun.

Ele afirmou que não discutiu obras específicas com Lula, mas que se houver bons projetos o banco poderá financiar.

O executivo falou a jornalistas no Palácio do Planalto. Além de Lula, também participaram da reunião o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e a presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB, na sigla em inglês), Dilma Rousseff.