Bolsas da Europa fecham em rumos distintos; Bayer tomba com suspensão de plano de cisão

As bolsas europeias tiveram desempenhos distintos nesta terça-feira, 5, após mais uma sessão marcada pela expectativa com a decisão do Banco Central Europeu (BCE), na quinta-feira. As projeções majoritárias apontam que as taxas de juros seguirão inalteradas na zona do euro, diante das dificuldades ainda existentes para o alcance da meta de inflação.

As ações da Bayer derreteram, após a companhia suspender plano de cisão de unidades, frustrando a expectativa dos investidores.

Em Londres, o FTSE 100 subiu 0,08%, aos 7.646,16 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,10%, aos 17.698,40 pontos. O CAC-40, referencial da Bolsa de Paris, cedeu 0,30%, para encerrar aos 7.932,82 pontos. As cotações são preliminares.

Em Frankfurt, as ações da Bayer derreteram 7,39% e responderam pela maior queda porcentual entre as componentes do DAX.

O presidente da companhia, Bill Anderson, descartou a possibilidade de separar a empresa em unidades distintas, por enquanto. O conglomerado farmacêutico e agrícola alemão tem examinado opções para o grupo, a fim de reduzir a dívida e impulsionar o preço das ações, enquanto investidores pressionam por uma divisão.

A Bayer obteve lucro líquido de 1,337 bilhão de euros no último trimestre de 2023, ante 611 milhões de euros no mesmo trimestre do ano anterior, mas as vendas caíram 1,2%. A companhia informou ainda que espera vendas relativamente estáveis e queda no lucro neste ano.

Em Londres, as ações das mineradoras caíram, em meio às repercussões aos planos de crescimento divulgados pela China para 2024. A Antofagasta cedeu 3,45%; a Rio Tinto, -1,40% e a Anglo American, -0,19%.

Em Paris, a Thales avançou 9,25%, depois que a empresa aeroespacial e de defesa divulgou vendas, pedidos e lucros acima das expectativas dos analistas para o ano passado.

Nos demais mercados, o Ibex 35 fechou com variação de +0,43%, a 10.113,20 pontos. O FTSE MIB, de Milão, subiu 0,71%, a 33.146,16 pontos; em Lisboa, o PSI 20 avançou 0,19%, aos 6.187,35 pontos. As cotações são preliminares.

*Com informações da Dow Jones Newswires