Petz registra lucro líquido ajustado de R$ 19,4 mi no 4º trimestre de 2023, queda de 22%

A Petz encerrou o quarto trimestre de 2023 com lucro líquido ajustado de R$ 19,428 milhões, um recuo de 22% na comparação com o apurado em igual intervalo de 2022.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado somou R$ 66,75 milhões entre outubro e dezembro, queda de 3,5% na comparação anual. Já a receita líquida de vendas de mercadorias e serviços cresceu 4,1% ante um ano antes, para R$ 820,59 milhões.

O resultado financeiro no último trimestre de 2023 ficou positivo em R$ 2,313 milhões, queda em relação aos R$ 13,022 milhões de igual intervalo em 2022, relata a rede de pet shop no balanço divulgado nesta quinta-feira, fruto das maiores despesas financeiras relacionadas à entrada de dois financiamentos de longo prazo ao longo do primeiro semestre de 2023, informou a empresa.

"Vale ressaltar que no quarto trimestre de 2022, as receitas financeiras incluíram o efeito não caixa de R$ 14,2 milhões referentes ao ajuste a valor justo das parcelas baseadas no preço da ação da Petz no contexto da aquisição da Cão Cidadão, devido à desvalorização das ações no período em questão desde o fechamento da transação. No quarto trimestre de 2023, esse efeito foi de R$ 2,3 milhões", aponta a empresa no release que acomoanha os resultados.

A Petz encerrou o quarto trimestre do ano passado com dívida líquida de R$ 23,189 milhões, com uma alavancagem de 0,1 vez o Ebitda ajustado dos últimos 12 meses, versus -0,3 vez no mesmo período de 2022. A reversão é reflexo dos recursos levantados com a emissão de debêntures e dos financiamentos de longo prazo, indica a companhia.