Comércio global de bens pode ter ganhos modestos no 1º tri, mas há riscos, diz barômetro da OMC

O crescimento do comércio global de bens poderá mostrar ganhos modestos neste primeiro trimestre de 2024, depois de um desempenho fraco em 2023, apontou o barômetro da Organização Mundial do Comércio (OMC) nesta sexta-feira, 8. A instituição aponta, porém, que tensões geopolíticas continuam representando um risco baixista para as projeções de curto prazo.

O índice geral recuou marginalmente de 100,7 para 100,6, ainda superior à linha de base de 100, que sugere volumes de comércio acima da tendência, na escala de 90 a 110.

"Isso sugere que o comércio de bens deverá continuar se recuperando gradualmente nos primeiros meses de 2024, mas quaisquer ganhos poderão ser facilmente prejudicados por conflitos regionais e tensões geopolíticas", diz a OMC em comunicado, frisando que as incertezas permanecem altas.