Em janeiro, varejo teve primeira alta estatisticamente significativa desde setembro de 2023

O comércio varejista brasileiro, que cresceu 2,5% em janeiro ante dezembro, teve a primeira alta estatisticamente significativa desde setembro do ano passado, quando o crescimento foi de 0,8%, avaliou Cristiano Santos, gerente da Pesquisa Mensal de Comércio no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O comércio oscilou próximo à estabilidade em outubro (-0,3%) e novembro (0,2%), resultado sucedido por uma queda de 1,4% em dezembro de 2023.

A alta no varejo em janeiro foi o melhor desempenho das vendas desde janeiro de 2023, quando houve crescimento também de 2,5%.

No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos, material de construção e atacado alimentício, as vendas avançaram 2,4% em janeiro ante dezembro, melhor resultado desde março de 2023, quando houve expansão de 3,7%.

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, as vendas do comércio varejista restrito subiram 4,1% em janeiro de 2024, oitavo avanço seguido.

A alta foi a mais acentuada para meses de janeiro desde 2014, quando houve crescimento de 6,4%.

No varejo ampliado, as vendas cresceram 6,8% em janeiro de 2024 ante janeiro de 2023, melhor desempenho para essa época do ano desde 2013, quando houve elevação de 7,0%.