BNDES cria linha de crédito para financiar serviços com alto valor agregado e tecnologia

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) criou o BNDES Máquinas e Serviços, que permite o financiamento direto para aquisição de serviços com alto valor agregado em conhecimento e tecnologia, na mesma operação. Trata-se de uma ampliação das opções para financiamento e aquisição de bens e serviços, que já são contratados pelo BNDES Finame.

De acordo com a instituição, o produto financeiro está disponível também para entes públicos estaduais e municipais, e garante um fluxo simplificado para operações realizadas diretamente com o banco, e mantém o valor mínimo de R$ 20 milhões para operações diretas.

"Estamos simplificando o fluxo operacional na modalidade direta, o que facilita a solicitação de crédito e agiliza as etapas de aprovação e contratação do financiamento. Com isso, estamos cumprindo a determinação do presidente Lula de ampliar o crédito e promover o desenvolvimento que o Brasil precisa", disse o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante.

Entre os serviços que podem ser financiados por meio dessa linha de crédito, estão: bens de conhecimento ou tecnologia - como os de pesquisa e desenvolvimento, gestão empresarial, engenharia, consultoria técnica e científica, tecnologia da informação. Por meio desta linha o BNDES mantém a possibilidade de financiamento de máquinas e equipamentos importados sem similar fabricados no País.

Outros itens que podem ser adquiridos por meio dessa linha são itens destinados à iluminação pública, como luminárias LED e veículos para transporte público coletivo e escolar, incluindo os de baixo carbono.

"A principal vantagem é o financiamento de itens de naturezas distintas em uma única operação, gerando ganhos de tempo e de custo para o cliente", avalia o diretor de Planejamento e Estruturação de Projetos do BNDES, Nelson Barbosa.