Quatro dos 9 grupos pesquisados tiveram quedas de preços no IPCA-15 de março

Quatro dos nove grupos de produtos e serviços que integram o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) registraram quedas de preços em março, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Houve deflação em Vestuário (-0,22%, impacto de -0,01 ponto porcentual), Artigos de Residência (-0,58%, impacto de -0,02 p.p.) Despesas Pessoais (-0,07%, impacto de -0,01 p.p.) e Comunicação (-0,04%, impacto de 0,00 p.p.).

Os grupos com aumentos foram Alimentação e Bebidas (0,91%, impacto de 0,19 ponto porcentual), Transportes (0,43% e impacto de 0,09 p.p.), Habitação (0,19%, impacto de 0,03 p.p.), Educação (0,14%, impacto de 0,01 p.p.) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,61%, impacto de 0,08 p.p.).

Regiões

O resultado geral do IPCA-15 em março foi decorrente de altas de preços em todas as 11 regiões pesquisadas.

A taxa mais branda ocorreu em Goiânia (0,14%), enquanto a mais acentuada foi registrada em Belém (0,74%).