Arábia Saudita abre mercado para sementes brasileiras de variadas espécies

A Arábia Saudita abriu o mercado para as exportações de sementes brasileiras de variadas espécies, informou o Ministério da Agricultura e Pecuária e das Relações Exteriores, em comunicado. O mercado saudita apresenta grande potencial, com sua crescente demanda por importação de sementes, impulsionada pelo programa de desenvolvimento da produção de hortaliças em estufas, disse o governo.

Em 2023, segundo o Ministério da Agricultura e Abastecimento, o agronegócio brasileiro comercializou mais de US$ 250 milhões em sementes no mercado global, o que equivale a 47 mil toneladas, beneficiando mais de 120 países.

A Arábia Saudita é o 11º maior destino dos produtos agrícolas do Brasil, com exportações de US$ 2,93 bilhões no ano passado.