Bolsas de NY fecham mistas, após dados e Powell inspirarem cautela por relaxamento do Fed

As bolsas de Nova York fecharam mistas nesta segunda-feira, após dados de indústria e inflação reduzirem a convicção do mercado quanto à magnitude dos cortes de juros nos Estados Unidos, na esteira de sinalizações cautelosas do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell.

O índice Dow Jones encerrou a sessão em baixa de 0,60%, aos 39.566,85 pontos; o S&P 500 caiu 0,20%, aos 5.243,77 pontos; e o Nasdaq avançou 0,11%, aos 16.396,83 pontos.

Investidores monitoraram uma série de fatores acumulados desde a última sexta-feira, quando os negócios em Wall Street estavam fechado por conta de feriado. O índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês) acelerou à taxa anual de 2,5% em fevereiro, conforme divulgado naquele dia.

Já Powell disse que o banco central americano espera ter mais confiança em relação ao cenário inflacionário antes de abrir o ciclo de relaxamento monetário. Nesta segunda-feira, o Instituto para Gestão da Oferta (ISM) informou um inesperado avanço no índice de gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial, de volta ao terreno de expansão, isto é, acima de 50.

Neste cenário, a curva futura diminuiu a precificação de que o Fed comece a cortar juros em junho, de acordo com o monitoramento do CME Group. A ferramenta chegou a apontar 53% de possibilidade de haver uma redução naquele mês, comparado com pouco mais de 60% na última quinta-feira.

A reavaliação induziu uma postura defensiva nas mesas de operações. Entre os destaques negativos, a ação da Tesla recuou 0,32%, depois que a empresa elevou preços para alguns modelos de veículos elétricos. AT&T, por sua vez, perdeu 0,40%, após a companhia informar que os clientes foram alvo de vazamento de dados na internet. Trump Media despencou 21,40%, na esteira de balanço que mostrou prejuízo bilionário em 2023.

Na outra ponta, Micron Technology saltou 5,44%, após um analista do Bank of America (BofA) Securities prever crescimento da demanda por um chip voltado à inteligência artificial. Na esteira, as rivais AMD (+1,58%) e Qualcomm (+1,43%) também se valorizaram, mas Nvidia teve elevação apenas marginal de 0,01%.

O papel da 3M ganhou 6,02%, na esteira de um acordo judicial para encerrar um antigo litígio com a fornecedora de águas públicas nos EUA, vinculada à contaminação por produtos químicos.