Haddad: há dúvidas sobre China, mas sinais mais preocupantes estão relativamente afastados

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta terça-feira, 2, que há dúvidas sobre o crescimento da economia chinesa em um futuro próximo, mas que os sinais mais preocupantes estão afastados.

"Nós estamos com um saldo comercial extraordinário, que vai se manter", disse o ministro, acrescentando que as projeções para envios de óleo, produtos agropecuários e minério continuam altas.

Haddad participa à distância do 10º Brazil Investment Forum, organizado pelo Bradesco BBI, em São Paulo.