BC chinês avalia que expectativas de crescimento do país estão 'relativamente fracas'

O Banco do Povo da China (PBoC, o banco central chinês) prometeu buscar mais resultados com suas políticas voltadas ao crescimento, ao reconhecer que a segunda maior economia do mundo enfrenta consumo fraco e um clima pessimista. Em comunicado divulgado após reunião trimestral de seu comitê de política monetária, o PBoC avaliou nesta quarta-feira que a economia chinesa "ainda enfrenta desafios como demanda efetiva insuficiente e expectativas sociais relativamente fracas".

Diante disso, o BC chinês afirmou que prestará "mais atenção à implementação do ajuste anticíclico".

Ainda no comunicado, o PBoC prometeu manter a liquidez em níveis "razoáveis e suficientes".