Sebrae expandirá linhas do Fampe, que pretende viabilizar mais R$ 30 bi em crédito em 3 anos

O Palácio do Planalto informou nesta segunda-feira, 22, que o Sebrae vai ampliar as linhas de crédito no âmbito do Fundo de Aval para a Micro e Pequena Empresa (Fampe). Segundo o governo, para isso, o Sebrae capitalizou o fundo, que alcançou um patrimônio líquido de R$ 2 bilhões para serem alavancados para novas operações.

"Nos próximos 3 anos, o Fampe pretende viabilizar mais R$ 30 bilhões em crédito", disse o governo em nota que detalha as medidas do pacote de crédito.

De acordo com o Planalto, a estratégia é ampliar a quantidade de instituições operadoras. "Sendo os quatro bancos públicos federais, os principais sistemas cooperativistas, as agências e bancos de desenvolvimento regionais e, através do BNDES, os bancos privados. As taxas de juros praticadas pelas instituições financeiras operadoras do Fampe nos convênios vigentes variam de acordo com a política de crédito da instituição financeira, da região e do porte do cliente", afirmou.