Levarei a Pacheco proposta da Fazenda sobre reoneração e contraproposta dos setores, diz Haddad

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse nesta quarta-feira, 8, que irá levar ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, a proposta da pasta sobre a reoneração da folha de pagamento das empresas junto da contraproposta à medida elaborada pelos setores afetados, e que foi enviada ao ministério na terça-feira, 7. Segundo Haddad, a solicitação de encontro com Pacheco foi feita na terça e depende da agenda do presidente do Senado.

"Até por recomendação do presidente Lula, achei por bem fazer uma reunião com Pacheco para que ele tomasse ciência do 'estado da arte' sobre a proposta da Fazenda e a contraproposta dos setores", disse o Ministro durante o programa Bom Dia Ministro, da EBC.

Haddad reforçou a necessidade da reoneração da folha de pagamento, dizendo que é uma briga "que se arrasta por dez anos" e que o governo quer colocar "um fim nisso".

Na avaliação do ministro, a reoneração é uma medida que se soma a outras iniciativas do governo, como a reforma tributária, e que tende a colocar o Brasil no pelotão da frente entre os melhores sistemas tributários do mundo. "A questão da reoneração se insere em um quadro muito mais amplo, de construir sistema mais transparente", disse o ministro, reforçando que a conversa com Pacheco é para mostrar que "todos irão ganhar" com a reoneração, uma vez que, com mais empresas pagando impostos, os tributos tendem a ser menores.