Brasileira Surf Telecom entra no mercado de telefonia nos EUA

A empresa brasileira Surf Telecom anunciou nesta segunda-feira, 13, o início da sua operação de telefonia e internet nos Estados Unidos, onde terá o nome de Surf USA. A nova empresa terá como foco os consumidores das regiões da Flórida e de Nova York (onde há maior concentração de brasileiros), mas com cobertura em todo o território.

A Surf Telecom é uma operadora virtual (MVNO, na sigla em inglês). Isto é: ela presta o serviço a partir das redes de outra operadora. Aqui no Brasil, a parceria é com a TIM. Já nos Estados Unidos, usará a rede da T-Mobile.

A Surf atua bastante no setor corporativo, com a oferta de planos de celular personalizados para empresas como Correios, Uber e Pernambucanas, além de times de futebol, que estendem os serviços aos seus usuários finais.

Na visão de Yon Moreira, presidente da Surf Telecom, o objetivo de lançar o negócio nos Estados Unidos é abocanhar uma fatia no mercado de operadoras móveis de lá, que respondem por cerca de 10% de participação no mercado de telefonia norte-americano. Isso, por si só, supera o total de acessos à internet via MVNOs no Brasil, que chegam a 5,2 milhões.

Para se diferenciar, a Surf USA apostará em diferenciais do serviço, como a ativação do plano pré ou pós-pago em menos de um minuto, realizado pelo próprio cliente por meio do aplicativo. Outro é o atendimento por telefone 24 horas por dia, por funcionários falantes de inglês, espanhol e português (em vez de mensagens automáticas), pensando em atender o público latino.

O evento de lançamento da Surf USA aconteceu nesta segunda-feira, no Hotel Mandarin, em Nova York, com participação por vídeo do ministro das Comunicações, Juscelino Filho, e do presidente da Anatel, Carlos Baigorri, além da presença do presidente da Apex, Jorge Viana.

Conflitos societários

A cerimônia de lançamento da nova empresa nos Estados Unidos aconteceu a despeito de um disputa societária feroz, que voltou a emergir dias atrás. Há poucos dias, a Justiça Federal de São Paulo concedeu uma decisão liminar que permite à Plintron assumir o controle na Surf.

A Plintron é uma multinacional de telecomunicações com origem em Cingapura. Por aqui, ela é dona da Plintron do Brasil, sócia minoritária da Surf que reivindica o direito de assumir o controle da empresa. A anuência para transferência do controle foi vetada pelo conselho diretor da Anatel, mas a liminar derrubou o veto.