Bolsas

Câmbio

As 20 melhores pagadoras de dividendos de 2015; quais delas ainda valem a pena?

SÃO PAULO - As ações da BR Properties (BRPR3) lideraram o ranking das maiores pagadoras de dividendos da Bovespa de 2015, segundo levantamento da consultoria Economática. O estudo usou como base no "dividend yield" (dividendo pago/preço da ação) calculado com base no dividendo total pago em 2015 sobre o preço de fechamento da ação em 2014 - sem considerar o ajuste por provento.

O dividend yield da BR Properties ficou em 21,77% no ano passado. Ou seja, de cada R$ 100 aplicados em BRPR3 no final de 2014, o acionista recebeu R$ 21,77 via dividendos ao longo do ano. Completam o "top 5" de 2015 os papéis da  Cesp ( CESP6 ), Fibria ( FIBR3 ), Taesa ( TAEE11 ) e Telefônica Brasil ( VIVT4 ), com "yield" de 18,11%, 11,93%, 11,66% e 8,81%, respectivamente.

Olhando setorialmente, os destaques do levantamento foram o financeiro e elétrico, com 5 e 3 ações, respectivamente, na lista das melhores pagadoras de dividendos. Além das já comentadas Cesp e Taesa, Transmissão Paulista (TRPL4) completa a lista do setor elétrico. Entre os bancos, figuram Banco do Brasil (BBAS3), Santander (SANB11), Itaúsa (ITSA4), Banrisul (BRSR6) e BTG Pactual (BBTG11). O ranking considera todas as ações da Bovespa com volume financeiro diário superior a R$ 5 milhões, totalizando em 100 ativos.  

Cuidado em focar somente nos dividendos
Apesar dos dividendos atraírem os olhos de muitos investidores, ele pode esconder uma grande armadilha. Isto porque uma das formas de ver se uma empresa é boa pagadora de dividendos é olhar para o indicador dividend yield, como exposto no ranking, mas como ele  leva em consideração o preço da ação, nem sempre ele se torna o melhor indicador, dado que um papel pode se tornar bom pagador de proventos justamente por ter "caído demais" no mercado.

Do levantamento mesmo,  11 das 20 ações listadas mostraram retorno negativo em 2015,  considerando o reinvestimento dos dividendos na compra de novas ações do mesmo ativo. 

Segundo o estrategista-chefe da XP Investimentos, Celson Placido, o principal ponto é olhar se a companhia é bem gerida, gera fluxo de caixa positivo, já que não adianta uma empresa se endividar para pagar dividendos, se ela tem interferência governamental, por exemplo, ou não é bem gerida. Isso não vai trazer um bom retorno.

"Normalmente, boas pagadoras de dividendos são empresas que operam em setores maduros, que não precisam mais de grandes investimentos", comenta. Ou seja, olhar somente para o ranking das maiores pagadoras de dividendos não adianta. "Algumas dessas empresas tiveram pagamentos de dividendos por conta de eventos não recorrentes, como, por exemplo, venda de ativos, recebimento de valores não recorrentes, entre outros", acrescenta.

Para ele, o setor bancário, que se destacou nessa lista, segue como uma boa aposta, junto com Ambev (ABEV3) e BM&FBovespa (BVMF3), grandes geradoras de caixas.  

Os maiores e piores retornos do ranking
Entre as ações que entregaram os piores retornos do ranking, destaque para as ações da Bradespar ( BRAP4 , -61,38%), Banrisul ( BRSR6 , -54,66%) e Qualicorp ( QUAL3 , -43,41%). Do outro lado, os maiores retornos foram de Fibria ( FIBR3 , +71,44%), SulAmérica ( SULA11 , +51,74%) e Santander ( SANB11 , +28,41%). 

Segundo o levantamento da Economática, o dividend yield no Brasil mostrou uma leve recuperação pelo segundo ano consecutivo, mas que foi influenciada pela queda dos preços das ações na Bovespa. Lembrando que o denominador do dividend yield é o preço das ações e se o preço cair, o índice é maior.

A mediana do dividend yield, considerando todas as ações da Bovespa, no ano de 2015 foi de 2,11%, contra 1,34% dos Estados Unidos, segundo ações do índice Russell 1000, acompanhado pela Economática. 

Confira o ranking completo abaixo:

Empresa Ticker Dividend Yield
BR Properties BRPR3 21,77%
Cesp CESP6 18,11%
Fibria FIBR3 11,93%
Taesa TAEE11 11,66%
Telefônica Brasil VIVT4 8,81%
Banco do Brasil BBAS3 8,67%
Multiplus MPLU3 8,31%
BM&FBovespa BVMF3 8,11%
Santander SANB11 7,78%
CSN CSNA3 7,53%
Bradespar BRAP4 7,23%
SulAmérica SULA11 7,15%
Qualicorp QUAL3 6,81%
Banrisul BRSR6 6,21%
Itaúsa ITSA4 5,95%
Porto Seguro PSSA3 5,74%
Grendene GRND3 5,66%
Transmissão Paulista TRPL4 5,47%
Cetip CTIP3 5,37%
BTG Pactual BBTG11 5,36%
*Fonte: Economática

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos