Receita com exportações de carne bovina tem queda de 13,47% em janeiro

SÃO PAULO - A receita obtida com exportações de carne bovina in natura e processada chegou a de US$ 367,4 milhões em janeiro deste ano, contra US$ 424,6 no mesmo período de 2015, queda de 13,47%. O volume embarcado foi de 97,3 mil toneladas, leve aumento de 1% sobre o mesmo período. As informações são da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo).

Nas vendas do mês passado, o destaque fica com o Irã, que elevou as exportações do produto em 175%. A Rússia comprou 17% a mais e o Chile elevou a aquisição de carne bovina em 15,9%.

O principal comprador continua a ser Hong Kong, mas este mercado que também é uma porta de entrada para o mercado da China reduziu suas importações de 29.748 toneladas em 2015 para 17.594 toneladas em 2016 (- 19,6%). O Egito, segundo maior cliente do Brasil também reduziu as compras de 20.606 toneladas para 17.594 toneladas (-14,6%) no mesmo período comparativo. Outro grande cliente brasileiro, a Venezuela diminuiu suas aquisições de 3.547 toneladas para 199 toneladas, queda de 94% em 2016.

Ainda segundo a entidade, os estados que mais movimentaram as exportações de carne bovina foram: São Paulo, com 26.446 toneladas, Mato Grosso, com 15.457 toneladas, Goiás, com 12.611 toneladas, Rondônia, com 9.648 toneladas, Mato Grosso do Sul, com 9.168 toneladas e Minas Gerais, com 7.356 toneladas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos